Os conteúdos expostos nesta página não têm fins lucrativos. Temos como único objetivo manter vivo o legado de Michael Jackson.

"DANCING THE DREAM" ( "SO THE ELEPHANT MARCH" - "ENTÃO OS ELEFANTES MARCHAM")




Um fato curioso sobre os elefantes é este: como modo de sobreviver, eles não devem cair. Qualquer outro animal pode deitar e levantar-se de novo. Mas o elefante fica sempre de pé, até para dormir. Se um da manada escorrega e cai, acabou.Fica deitado de um só lado, um prisioneiro do próprio peso.

Embora os outros elefantes fiquem a sua volta tentando levantá-lo, não há muito que possam fazer. Com sua respiração ofegante,caído, morre. Os outros permanecem de vigília, e então lentamente se vão.

É isso que eu aprendo lendo livros sobre a natureza, mas me pergunto se estão certos. Será que não existe outro motivo pelo qual os elefantes não possam cair? Talvez eles decidiram não cair. Não cair em sua missão.

Sendo o mais sábio e paciente dos animais, eles fizeram um pacto – imagino que tenha sido a eras atrás, quando a era glacial terminava. Movendo-o em grandes manadas pela crosta terrestre, os elefantes primeiramente avistaram homens pequeninos buscando suas caças com lanças afiadas.

“Mas quanto medo e raiva esta criatura carrega!” o elefante pensou. “Mas ele irá herdar a terra. Somos sábios o bastante para enxergar isso. Vamos mostrar um exemplo a eles.”

Assim os elefantes juntaram suas massas cinzentas e refletiram. Que tipo de exemplo eles poderiam mostrar ao homem? Poderiam mostrar que o poder deles é bem maior que os dos homens, sem dúvida. Poderiam mostrar sua ira para ele, que é terrível o bastante para tremer florestas inteiras. Ou poderiam governar sobre o homem através de medo, atropelando os campos e esmagando suas cabanas.

Em momentos de grande frustação, elefantes selvagens farão tudo isso, mas em grupo, unindo suas cabeças em pensamento, decidiram que o homem aprenderia mais com uma mensagem mais gentil.

“Vamos mostrar-lhes nossa reverência pela vida”, disseram. E desde aquele dia, elefantes vêm sendo criaturas quietas, pacientes, pacíficas. Deixam os homens montá-los e colocam-lhe selas, como escravos. Permitem que crianças riam de seus truques no circo, exilado das grandes planícies africanas aonde viviam os deuses.

Porém a mensagem mais importante dos elefantes está em seus movimentos. Porque eles sabem que viver é se mover. Dia após dia, era após era, as manadas marcham, uma grande massa da vida que nunca cai, uma força de paz impossível de ser parada.

Animais inocentes, não suspeitam que depois de tanto tempo, irão cair por uma bala de milhares. Vão deitar na poeira, mutilados pela nossa ganância vergonhosa. Os grandes machos caem primeiro, para que suas presas de marfim sejam feitas em bugigangas.

Depois as fêmeas caem, para que os homens carreguem os troféus. Os filhotes correm sentindo o cheiro de sangue da própria mãe, mas não adianta nada correr das armas. Silenciosamente, sem ninguém para ampará-los, eles morrem também, e seus ossos embranquecem ao sol.

Entre tanta morte, os elefantes poderiam desistir. Tudo que precisam fazer é deitar no chão. Pronto. Não precisa de balas: a Natureza deu-lhes a dignidade de deitar e descansar em paz. Mas se lembram do antigo pacto e da promessa a nós, que é sagrada.

Então os elefantes marcham, e cada passo jogam palavras na areia. “Observem, aprendam, amem. Observem, aprendam, amem.” Consegue ouvi-los? Um dia, tímidos, os espíritos daqueles milhares senhores das planícies dirão. 

“Não odiamos vocês. Não perceberam ainda? Nós estamos caindo para que vocês, nossos queridos pequenos, não caiam novamente.”

2 comentários:

  1. Os animais sempre dando lições de vida aos seres humanos.

    ResponderExcluir
  2. É verdade. E como Michael soube aprender com eles né?

    ResponderExcluir